Vídeos de desenhos animados. Uma paixão entre os meninos e as meninas

Desde o final do século XIX, os desenhos animados encantam as pessoas com suas histórias e originalidade, independente da idade ou classe social. O fenômeno dos primeiros vídeos de desenhos animados teve seu ápice após o lançamento de Mickey Mouse, pelo Estúdio Walt Disney em 1928, personagem que revolucionou a história dos desenhos. Focada em desenvolver ainda mais e garantir maior participação nesse mercado, a Disney lançou em 1932 o primeiro vídeo animado colorido: Flores e Árvores. Essa grande evolução fez com que outros estúdios investissem nessa nova tendência, surgindo assim personagens que ainda fazem sucesso, como: Betty Boop, Pernalonga, Tom e Jarry e Zé Carioca.

No início, o foco principal dos desenhos eram os mais velhos. As histórias eram mais difíceis de serem compreendidas e abordavam o cotidiano adulto. Com o passar dos anos, os desenhos animados começaram a focar-se principalmente nas crianças. Para que isso fosse revertido em sucesso, a forma como os desenhos eram criados, sofreram inúmeras  adaptações e foram deixando as histórias mais leves, com piadas engraçadas e muitas vezes com um objetivo educativo. Os vídeos para crianças logo se tornaram um sucesso absoluto e chamou a atenção dos meninos e das meninas.

Devido a essa grande aceitação por parte das crianças, vários vídeos de desenhos animados foram produzidos e continuam sendo pensados visando à adaptação para a realidade atual. Muitos deles se tornaram verdadeiros clássicos, agradando o espírito aventureiro dos meninos e as emoções das meninas. Entre os desenhos mais vistos pelas crianças destacam-se: os Filmes da Walt Disney (Rei Leão, Branca de Neve e os 7 anões, A Bela e a Fera, Cinderela, Peter Pan), Shrek, Mangás (Pokemón, Digimón, Naruto, Dragon Ball) e recentemente as animações em 3D (Toy Store, Procurando Nemo, A Era do Gelo, Os Incríveis, Madagascar).

A característica mais importante, e que deve ser sempre um parâmetro a ser seguido nas grandes produções, é o foco na mensagem que será transmitida para as crianças. Os pequenos se baseiam muito nas informações que adquirem em suas histórias favoritas. Por esse motivo, cabe aos pais e educadores buscarem informações sobre o que está sendo transmitido, para que sejam escolhidas as melhores histórias, capazes de ajudar na formação e na educação de seus filhos e alunos.